Postagens antigas

Imagens.. Reflita



Muitos dizem que o amor é cego. Jesus Cristo nos amou nos enxergando. Vendo nossos pecados e o quanto era necessário que alguém nos salvasse de nós mesmos. Em nenhum momento ele fingiu que não viu nossas falhas pra conseguir nos amar.

Porque o amor de Deus é sincero, puro, não acaba, não precisa de maquiagem. Olhando pra dentro de você, você realmente se acha digno do amor do Criador dos Céus e da Terra? Pois bem, acredite. AquEle que tem o dominio e o poder sobre todas as coisas, escolheu amar sabe quem? VOCÊ. Ele MORRE de amor por você. O amor NÃO é cego

A decadência da sociedade brasileira


bandeira
Por Hernandes Dias Lopes
A sociedade brasileira está doente. Suas entranhas estão infectas. Seu mal é grave e crônico. O perigo de morte é iminente. A decadência da sociedade é moral e espiritual. Alcançamos o progresso científico e econômico, mas nossa cultura está moribunda.
Conhecemos os segredos da ciência, mas não conhecemos as profundezas abissais do nosso próprio coração. Amealhamos riquezas e despontamo-nos como a sétima economia do planeta, mas nosso povo chafurda-se num pântano nauseabundo de pecados vís. Temos as maiores reservas naturais do planeta, mas estamos perdendo nosso senso de valores. Agigantamo-nos diante do cenário mundial, mas apequenamo-nos diante do espelho da verdade. 
Explodiram guerras e revoltas entre as nações. Multiplicaram-se os conflitos étnicos. Recrudesceu a intolerância racial e religiosa. Cresceram os conflitos dentro da família. No vagão dessa locomotiva que desembesta, desgovernada, rumo ao abismo encontram-se aqueles que abandonaram a Deus, o refúgio verdadeiro, a única fonte da vida.
 A televisão brasileira, com desavergonhada desfaçatez, promove toda sorte de atentado moral contra a família. As práticas homossexuais são recomendas e expostas na mídia como indicador de benfazeja liberdade e a defesa da família criticada como uma intolerância medieval. Cumpriu-se o vaticínio: temos vergonha de ser honestos.
Nossa cultura está moribunda, nossa sociedade à beira de um colapso. É preciso gritar aos ouvidos da nação brasileira que ainda é tempo de arrependimento, ainda é tempo de voltar-se para o Senhor, pois ele é rico em perdoar e tem prazer na misericórdia.
Fonte: Palavra da Verdade | Compartilhado no PCamaral

Minha família é um campo de batalha

É uma verdade inegável: nossa família pode ser uma fonte de alegria indizível ou de agonia sem fim. A cada Natal, Dia dos Pais, Dia das Mães, aniversário ou data do gênero, a família se reúne para a nossa alegria… ou angústia.

A família de Deus não é perfeita. Aliás, também há pessoas abusivas na igreja. Os mesmos limites que o respeito próprio exige se aplicam à família de fé. Mas o mais importante é que qualquer convívio em família exige de nós uma medida de graça e da presença de Jesus. Não se pode esperar que Deus mude a sua família. Toda e qualquer mudança começa com você. Começa com o poder do Espírito Santo operando no seu íntimo. Será preciso orar muito e caminhar com o Todo-Poderoso.

Você sofre com os vícios modernos?


Você bebe muito café? Passa muito tempo na internet? Se sente exausto todo o tempo? Se sim, você pode estar sofrendo com o mal da modernidade. O que causa nossa dependência e o que fazer para vencê-la?
O mundo moderno está se tornando um lugar cada vez mais alarmante. Muitos de nós temos que nos adaptarmos a várias transformações somente para aguentar as pressões do dia a dia.
Para muitas pessoas, isso significa estar amarrado aos vícios modernos, que aumentam o nível de estresse e diminuem a saúde e a felicidade.
Internet
Em seu manifesto ‘Você não é um aplicativo’, o escritor, cientista e filósofo Jaron Lanier escreveu: "O que é um ser humano? Se eu soubesse a resposta para essa pergunta, seria capaz de programar alguém por meio do computador. Mas não sou. Ser humano não é uma fórmula, é um mistério".
Infelizmente essa consciência está se perdendo para muitas pessoas, que fazem do meio virtual uma constante obsessão. Isso vem acompanhado por altos níveis de ansiedade quando não ficam próximos às telas de seus computadores por muito tempo.
Os profissionais da saúde reconhecem esse sintomas como uma obsessão pela Internet e advertem que ela pode estar relacionado a outros sintomas, como deixar de dormir e comer, sentir-se cansado, irritado e à margem da sociedade.
Sexo
Uma em cada 20 pessoas sofrem com obsessão por sexo. A obsessão por sexo é extremamente prejudicial em alguns relacionamentos e a saúde mental e profissional também podem ser abaladas por isso. O mundo moderno é culpado por estimular o sexo: a grande disponibilidade de material pornográfico na Internet e a sexualização de mulheres e homens na televisão faz com que aumentem as pessoas com problemas psicológicos relacionados a isso.
Telefone celular
Os telefones celulares foram criados com o objetivo de tornar a vida dos seres humanos mais prática e utilitária. Mas hoje o uso excessivo dos aparelhos celulares se tornou um sério problema social, pois coloca obstáculos ao relacionamento pessoal e transforma a noção de realidade dos seres humanos. Os telefones celulares podem, ironicamente, conectar você a alguém do outro lado do mundo, mas ao mesmo tempo, deixar você longe de quem senta ao seu lado na mesa de jantar.
Café
O café é tão consumido pelos seres humanos que hoje a Inglaterra, por exemplo, é um país em que cada cidadão consome, anualmente, cerca de 2,8 kg do pó marrom. Os especialistas acreditam que igual a outras drogas, a cafeína provoca dependência. Pessoas ficaram com fortes dores de cabeça, irritadas e cansadas quando não consumiam sua dose matinal de cafeína.
Exercícios
A extrema pressão para parecer bonito pode explicar por que algumas pessoas praticam atividades físicas obsessivamente. Um estudo publicado pelo Jornal de Neurociência descobriu semelhanças entre os efeitos gerados por exercícios exaustivos e pelo abusos de drogas. Outra pesquisa da Universidade de Wisconsin descobriu que quando o exercício foi negado para alguns animais, equipamentos detectaram atividades cerebrais idênticas à de abstinência por substâncias químicas.
Televisão
A primeira coisa que muitos de nós gostamos de fazer depois de um dia de trabalho é cair no sofá e ligar a televisão. O aparelho de TV se tornou parte integrante de nossas vidas e alguém que não tiver um é considerado anormal. Os britânicos assistem à TV cerca de quatro horas por dia, o que significa que aos 65 anos eles terão gasto nove anos apenas vendo televisão. Estabeleça um limite de tempo para ver a televisão. Você deve aproveitar a tecnologia e o entretenimento que ela proporciona, mas não deixe que ela torne você obcecado.
Trabalho
Embora pareça exagero, há fortes evidências que a obsessão por trabalho é um transtorno de comportamento que pode se tornar uma doença séria. De acordo com pesquisas, trabalhar mais de 12 horas por dia faz com que o risco de desenvolver doenças graves aumente em 37%. Os especialistas diferenciam o excesso de trabalho com a obsessão por trabalhar: se você trabalha duro mas ainda encontra tempo para se divertir, ótimo. Mas se mesmo de férias na praia você continua se preocupando com o trabalho, você pode estar com problemas.
Comida
Cortar alimentos calóricos de sua dieta pode ser tão difícil quanto parar de fumar. Comer compulsivamente é um dos vícios da modernidade. A abundância de comida barata significa que quase todos nós nos habituemos a ingerir mais do que precisamos. O jeito que a comida é feita não nos ajuda também. O corpo reúne uma combinação de gordura, açúcar e sal e faz dessas substâncias um verdadeiro vício.
Compras
Com os adventos da Internet, gastar dinheiro nunca foi tão fácil. O velho estereótipo de que as mulheres é que são compradoras compulsivas está caindo por terra, já que pesquisas mostram que esse transtorno afeta um em cada 20 adultos, sendo os homens a maioria. E não é apenas o prazer em gastar que nos faz comprar. Compradores compulsivos tentam eliminar o estresse e a ansiedade das pressões do dia a da por meio da compra. No entanto, comprar compulsivamente pode ser perigoso para a mente e para o físico, já que o transtorno está relacionado à depressão.
Fonte MSN

Curiosidades - Os Super-Heróis Mais Famosos e Suas Religiões


A grande maioria dos super-heróis da cultura popular manifestam sua religião, seja de maneira declarada ou sutil. É certo que nem todos possuem religião, sendo que uma boa parcela deles pode ser considerada agnóstica ou até mesmo ateísta. E são raros os casos em que a religião é expressada de forma absolutamente explícita.

Os criadores de histórias em quadrinhos não evitam deixar claro qual a religião deste ou daquele super-herói com medo de que o público possa rejeitar personagens com base em suas preferências religiosas. A verdade é que os elementos religiosos universalistas já estão inseridos de maneira dispersa na estrutura das próprias histórias.

Isso faz com que a declaração de preferência religiosa dos personagens seja absolutamente descartável, e esta é uma das características mais marcantes da espiritualidade contemporânea. Muitos estudiosos das religiões afirmam que os super-heróis e suas histórias refletem os valores e os arquétipos das religiões tradicionais de uma maneira não-tradicional.

Esta lista dos super-heróis mais famosos e suas religiões traz algumas informações sobre as afiliações religiosas de alguns dos mais conhecidos personagens das histórias em quadrinhos. É uma primeira abordagem de uma série de artigos que tratarão da espiritualidade, da religiosidade e do gnosticismo presentes nos quadrinhos, em suas histórias e em seus personagens.

Super-Homem
Os criadores do Super-Homem, Jerry Siegel e Joe Shuster eram judeus, e existem muitas especulações sobre a natureza messiânica deste que é o mais famoso de todos os super-heróis. No entanto, o Super-Homem sempre foi retratado como tendo sido criado no ambiente protestante da família Kent, seus pais adotivos. Martha Kent é retratada como uma fervorosa devota, e seu pai como um excelente conselheiro.

Crescido na pequena Smallville, no estado do Kansas, Clark Kent frequentava a Igreja Metodista na companhia de sua mãe todos os domingos, até que completou quatorze anos de idade. O jovem Clark Kent deixou de frequentar a congregação quando seus super-sentidos começaram a se desenvolver. Há um momento em que Clark conta a Lois Lane que tomou esta decisão quando começou a saber demais sobre as vidas, os problemas e as mentiras das pessoas, e temia perder a fé na humanidade.

Desde este momento ele decidiu deixar de atender aos cultos e reposicionou sua fé naquilo que as pessoas têm para oferecer de melhor. Mesmo assim, vários quadrinhos mostram que Clark Kent continuou a fazer visitas ao ministro da paróquia de sua família, mesmo após ter assumido a identidade de Super-Homem. Todas as vezes que perguntavam ao Super-Homem se ele era um Metodista, sua resposta nunca era negativa. Na verdade, ele preferia não responder à este tipo de pergunta especificamente denominacional, mas fazia questão de sugerir que respeita as pessoas de todas as crenças e tradições, considerando a si mesmo como um servo da humanidade.

Batman
Um dos personagens de maior multiculturalidade espiritual do mundo dos quadrinhos, Batman pode ser considerado, a princípio, como um não-praticante católico e anglicano. Como o pai de Bruce Wayne era anglicano e sua mãe era católica, especula-se que sua relação superficial com a observância religiosa se deve provavelmente à ausência de unidade religiosa em sua família.

Muitos consideram que Batman é um ateu ou agnóstico, ignorando que, no universo ficcional onde vive, ele testemunhou a existência de seres divinos ou mesmo deuses de panteões mitológicos. Contudo, há algumas poucas histórias em que o próprio se declara ateu, e outras em que se declara cristão. Sua relação com a espiritualidade parece ser constante, mas sua denominação religiosa varia de acordo com suas experiências e com o autor das histórias.

Uma parte importante da história religiosa de Batman é que antes de se tornar o justiceiro de Gotham ele viajou pelo oriente, estudou em diversos monastérios e praticou uma série de religiões diferentes. A maioria de seus professores neste período era budista, e eles ensinaram a Bruce Wayne não apenas as artes marciais, mas também suas filosofias, suas práticas e seu misticismo. As viagens e os treinamentos de Bruce Wayne não servem apenas para entender como um menino rico e mimado se tornou um dos maiores lutadores do mundo, mas também permite compreender a religiosidade e o caráter do Batman, que já foi considerado pelo escritor Grant Morrison como um guerreiro zen e superconfiante.

Homem-Aranha
Apesar da falta de clareza sobre a afiliação religiosa de Peter Parker, existem elementos suficientes que apontam para uma formação protestante, em especial o fato de que sua tia May, a mulher que exerceu a maior influência em sua vida, era protestante. Peter Parker nunca foi mostrado frequentando igrejas ou realizando práticas religiosas, mas sua fé em Deus aparece de tempos em tempos, e sua mentalidade protestante pode ser vista em seus comportamentos e conjunto de valores.

Seu grande interesse pela ciência nunca o transformou num ateu ou materialista que pretende observar tudo sob o prisma científico. Como a maioria dos cientistas, Peter Parker acredita em Deus, e combina esta fé com uma boa dose de racionalismo moderno, uma espiritualidade bastante pragmática e um inquestionável altruísmo humanitário.

Vários roteiristas das histórias do Homem-Aranha deixaram pistas sobre a religiosidade de Peter Parker, mas o caso mais curioso é o de J. Michael Straczynski, que mesmo se declarando ateu, concebeu as histórias que demonstram com maior clareza a espiritualidade e a religiosidade de Peter Parker. Há muitas passagens nos quadrinhos nas quais é possível observar Peter Parker orando e conversando com Deus. E em uma delas Deus responde às suas indagações. Alguns consideram que a voz que responde não é de Deus, mas da própria imaginação de Peter, que especula sobre as possíveis respostas divinas, o que não descaracteriza a religiosidade do personagem.

Wolverine
Wolverine permaneceu sendo por muito tempo um dos personagens mais misteriosos dos quadrinhos, por causa da sua falta de memória sobre sua juventude e as origens de seu esqueleto de Adamantium. Por isso, pouco se sabe a respeito de sua afiliação religiosa, exceto que foi criado em um lar de devotos cristãos canadenses. Não existe certeza sobre isso, mas considera-se que sua família era protestante.

Ao menos em sua adolescência ele possuía uma fé muito forte em Deus, rezava bastante e procurava viver de acordo com a ética e a moral cristãs. Alguns sugerem que hoje Wolverine é um ateu, o que ele já foi em muitos momentos, havendo declarações suas neste sentido. Uma história mostra como Logan se tornou ateu com a morte de sua namorada durante a Segunda Guerra Mundial.

Mesmo assim, depois de muitas outras experiências, o mais apropriado é considerá-lo tanto como um cínico quanto como um cético. Existem diversas oportunidades em que Wolverine vive situações metafísicas que o levam a crer em fenômenos imateriais, incluindo Deus e o Céu, o qual teria visitado em outra história. Além disso, Wolverine estudou artes marciais no Japão, onde praticou budismo e xintoísmo. Sua última noiva, Mariko Yashida, vinha de uma família xintoísta. Mariko adorava a deusa solar xintoísta Amaterasu. O casamento de Logan e Mariko que acabou não acontecendo, teria sido realizado segundo a tradição xintoísta.

Hulk
Normalmente, Bruce Banner é visto como mais um cientista sem religião. Contudo, existem evidências bem concretas mostrando que o Hulk era católico praticante. A afiliação religiosa de Bruce Banner nunca foi revelada de maneira explícita até o momento de seu próprio funeral, onde as pessoas foram se despedir de um Hulk, que na verdade não estava morto.

Neste funeral, há a exibição de um discurso elaborado por ele mesmo, no qual deixa clara a sua crença na vida após a morte, dando um primeiro indício de que observava os preceitos católicos, ainda que de forma bastante privada. Depois de ter matado mais de 800 pessoas em um ataque de fúria, Hulk foi capturado pela SHIELD e levado até o oceano para ser morto com uma bomba. No caminho, o Homem de Ferro deposita nas mãos de seu corpo inconsciente um rosário católico com um crucifixo.

Além disso, a cerimônia de casamento de Bruce Banner com Betty Ross foi realizada por um sacerdote católico e no interior de uma igreja católica, algo que não seria permitido a menos que ambos os noivos fossem católicos. Outra questão que faz pensar na religiosidade católica e nas crenças de Bruce Banner é que ele nunca considerou seriamente tirar a própria vida para que o Hulk não matasse tantas pessoas ou destruísse tantas propriedades, já que o suicídio é um dos piores pecados para o catolicismo.

Mulher-Maravilha
De acordo com os padrões contemporâneos de classificação da religiosidade, a Mulher-Maravilha pode ser considerada uma adepta do paganismo, um rótulo que pode ser melhor compreendido como tradição religiosa clássica grega. Também conhecida como Princesa Diana, a Mulher-Maravilha é uma amazona nativa da Temiscira, local onde a adoração aos deuses gregos fazia parte natural de sua cultura.

Ao nascer, depois de ter sido moldada a partir do barro por Hipólita, sua mãe, ela recebeu como dons divinos a sabedoria de Atena, a beleza de Afrodite, a velocidade de Hermes, e outros poderes milagrosos. Diana se dirigia diariamente ao templo e reverenciava as estátuas dos deuses Olimpianos. Ela chegou muitas vezes a encontrar pessoalmente estes deuses, e até lutou com alguns deles.

Mesmo tendo sido nascida e crescida numa cultura impregnada pela religiosidade, e sendo filha da própria Rainha das amazonas, a Mulher-Maravilha acabou assumindo de forma consciente e voluntária o seu papel como embaixadora da Temiscira e dos deuses gregos perante a humanidade. A heroína é retrata diversas vezes pedindo ajuda à Hera, uma das principais divindades gregas femininas. Em suas aventuras na Liga da Justiça, ela convive com Aquaman, descendente dos atlantes, e com ele divide sua fé nos poderes de tais deuses antigos.

 Lanterna Verde
Todo fã sabe da existência de mais de uma encarnação do Lanterna Verde. Contudo, Hal Jordan é o Lanterna mais conhecido, e também é um dos super-heróis mais religiosos de todos. Apesar das evidências de que Jordan era judeu, existem descrições que o retratam como sendo um católico, mesmo que não de forma assim tão explícita. Mas a sua religiosidade vai bem mais além disso.

Em muitas histórias, os Guardiões da Galáxia e o próprio Anel do Poder são considerados místicos e os próprios Guardiões são descritos como sendo uma mescla de deuses galáticos e altos sacerdotes. Eles têm ideias muito claras a respeito do bem e do mal, e interferem em outras culturas para promulgar seus valores e suas crenças. A Tropa dos Lanternas Verdes age tanto como uma agência policial quanto como um clero eclesiástico.

Por estes motivos, durante todo o período em que Hal Jordan encarnou o Lanterna Verde, pode ser dito que sua religião era a própria Tropa dos Lanternas Verdes e os Guardiões da Galáxia, mesmo que a Tropa não tenha sido identificada explicitamente como uma religião. 
Na verdade, a grande maioria dos membros da Tropa dos Lanternas Verdes eram devotos de suas religiões nativas. Contudo, para Hal Jordan, ser um Lanterna Verde era algo comparável a ser membro de uma determinada religião, pois foi dela que ele extraiu boa parte de seus valores, seus rituais, suas crenças e suas visões de mundo.

Fonte:Sociedade Gnóstica Internacional - Via: Variedades Gospel Veras

Até quem não fala muito de DEUS se surpreende com os feitos de quem o segue.

Espere a pessoa certa!!


Do que adianta ser bonito, cheiroso mas vazio espiritualmente?
Ou forte e modelão se não sabe aplicar a bíblia em sua vida.

Quando você passar por alguma dificuldade, você acha que é o bíceps dele que vai conduzir pra mais perto de Deus?

Claro que não! É o tempo de intimidade que teve com Deus! É o “currículo” de vida com Deus que fará a diferença!

Evangelize

De que adianta você dizer que ama a Deus numa rede social se os seus atos não refletem isso??? Devemos nos comportar como pessoas dignas do evangelho de Cristo, seja no mundo virtual, em casa, na rua onde quer que estejamos precisamos ser sinais vivos do amor de Deus!

Religião dos famosos



SELENA GOMEZ

É uma atriz, cantora, compositora, estilista e filantropa norte-americana. Como atriz, é mais conhecida por sua personagem de Alex Russo, na série vencedora do Prêmio Emmy, Os Feiticeiros de Waverly Place, exibida pelo Disney Channel. Selena Gomez nasceu e foi criado no Texas. Seu pai é mexicano e sua mãe é de herança italiana, ambas as nacionalidades tradicionalmente católico. Religiosa, frequenta a igreja Católica."Minha família tem Quincenaras, e vamos para a igreja comunhão. Nós fazemos tudo o que é católico, mas nós realmente não temos nada tradicional, exceto ir ao parque e ter churrascos aos domingos após o culto". Selena Gomez, é ex-namorada de Justin Bieber, usa um anel de pureza, simbolizando seu compromisso de casar virgem. Eu disse: "Pai, eu quero um anel de compromisso. Ele foi para a igreja e tenho-o abençoado. Na verdade, ele me usou como um exemplo para as outras crianças. Eu vou manter a minha promessa a mim mesmo, à minha família e a Deus". Ela explica: “Eu tenho esse anel desde que tinha 12 anos. Mas não é algo que eu quero usar para sair dizendo: ‘Ei, olha o que eu tenho aqui”. É uma promessa que fiz a mim mesmo e a Deus. Acho que algumas pessoas interpretam isso como uma modinha. Mas não é”. Disse Selena Gomez.

MARCELLO NOVAES
É um ator brasileiro. Após passar meses dando voz e corpo para um dos vilões mais odiados dos últimos tempos, Marcello Novaes o Max da novela “Avenida Brasil” recorreu a sessões espirituais no Centro Espírita Lar Frei Luiz, localizado na Taquara, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro. Marcello Novaes tem sido visto com frequência no local, onde é recebido por médiuns que, junto a ele, fazem uma série de orações. Marcello Novaes frequenta o Centro Espírita Lar Frei Luiz há vários anos, mas devido ao ritmo de gravações não conseguia aparecer por lá nos últimos meses.



EDUARDO MASCARENHAS (XAROPINHO)

Pouca gente sabe, mas o Xaropinho do Programa do Ratinho no SBT é Evangélico! Bem, na verdade é o homem que o manipula: Eduardo Mascarenhas. Eduardo Mascarenhas é da Assembleia de Deus desde berço, e desde seus 15 anos atua na área infantil. A voz do Xaropinho veio de um de seus bonecos, chamado Amendoim. "Xaropinho está no ar desde 1998. O foco do meu trabalho é também a implantação de uma igreja infantil", destacou. "Dos 17 aos 20 anos, eu morei em uma favela, em Mauá, como missionário da Assembleia de Deus. Com 17 anos eu tive uma doença (diverticulite) e Deus me curou. Quando eu fui curado, fiquei enlouquecido pelas coisas de Deus. Comecei a buscar muito a Deus. Aí disse para o pastor que eu queria mergulhar no coração de Deus. Queria ser igual a Paulo. Foi ai que o pastor me enviou para a favela. Então, essa coisa de missão está na minha formação. Quando o Xaropinho surgiu na TV, eu o aproveitei como ferramenta missionária". Ele costuma fazer apresentações com o Xaropinho em Igrejas e segundo o mesmo, as as pessoas reagem com surpresa quando ficam sabendo disso.


MIKE TYSON

Mike Tyson é um ex-pugilista (boxeador) estadunidense. Considerado por muitos como um dos maiores lutadores de boxe de todos os tempos.Nasceu e foi criado em Brooklyn, Nova York. Infância de Tyson foi tumultuada. Seu pai deixou a família quando Tyson foi de dois anos de idade. E sua mãe morreu quando ele tinha 16 anos, deixando-o aos cuidados legal de seu treinador de boxe. Basta dizer que, a religião não era provável que uma parte de sua vida.Mas em 1992, Tyson foi condenado por estupro e durante seus três anos de prisão, ele se converteu ao Islã. Agora, Tyson é muito devoto, mesmo tendo feito uma viagem a Meca, bem como se casar com a filha de um clérigo muçulmano. E embora Tyson admite que não segue a tradição muçulmana como ele deveria (como nem sempre orando cinco vezes por dia), é, sem dúvida, uma grande parte de sua vida. Ele disse: "Ser Muçulmano é quem eu sou como pessoa. Mas vamos dizer que não foi o Islã.Apenas espírito que, só para mim ter meu cotidiano [rotinas] ajuda. Eu tenho que estar constantemente em movimento, ou então a máquina vai quebrar. Eu sou um realista . Eu lido com o mundo que vem para mim. Ele vem para mim rápido - mais rápido do que eu, por vezes, pode-se dizer minhas orações. Deus vai ter que me perdoar se eu esquecer algumas coisas. Espero que ele, pelo menos."


GABY AMARANTOS

É uma cantora e compositora brasileira de tecnobrega, MPB e carimbó. Gaby iniciou sua carreira como cantora na Paróquia de Santa Terezinha do Menino Jesus, onde participava do coral. Chamava atenção por sua voz grave, mas suave.Negou os rumores veiculados na imprensa de que teria recebido um santo antes de fazer uma participação do programa "Encontro com Fátima Bernardes" da Rede Globo. "Valei-me Nossa Senhora de Nazaré. Tenho profundo respeito por todas as religiões, mas sou Católica. Minhas manifestações religiosas são outras", disse a cantora à coluna "Diário da Fama" do jornal Diário de S. Paulo. Gaby fez graça ao ser questionada sobre o caso "Até que eu queria que baixasse um caboclo moreno, alto, sarado, bem lindo e possuísse meu corpo. Quem sabe na minha próxima visita ao 'Encontro', disse.



GILSON CAMPOS (EX-TWISTER)

Após o falecimento de seu pai Miguel, (Gilson tinha 17 anos). Estava triste, sentindo-se desamparado e sem direção, foi onde conversou com Deus pela primeira vez com sinceridade de coração. Na oração, pediu fama, sucesso, reconhecimento pelo trabalho e talento para a música secular. Gilson lançou três discos, sendo um em Espanhol; ganhou o prêmio da Crauley de música mais tocada em todo o Brasil; venderam mais de Meio Milhões de cópias; Shows em todo Brasil e no Exterior e participação em todos os maiores programas de TV como: Xuxa, Domingo Legal com Gugu Liberato, Eliana, Caldeirão do Hulk, Raul Gil e muitos outros, atuou na novela “El Juego de La Vida”, que passava em horário nobre no México e EUA, e gravou mais de cinco vídeo clipes!Aparentemente… todos os sonhos estavam realizados. Mas mesmo com toda fama e sucesso sentia um grande vazio em seu coração, e foi através de CD’s Evangélicos que ganhava de fãs da banda, o Espírito Santo começou a agir e transformar sua vida!Até que conheceu Riqueli, que foi a pessoa a qual o levou para a igreja, orou e guerreou por sua transformação e conversão. Casaram debaixo da bênção e graça do Senhor JESUS, e tiveram o primeiro filho. Isso tudo em meio aos shows e viagens da banda Twister e nesta época Gilson já ministrava louvores ao Rei Jesus no ministério em que era obreiro! Mas, ainda tinha um contrato com a gravadora que o impedia de gravar músicas evangélicas e testemunhar sua transformação de vida, libertação dos vícios, fazer a obra e falar sobre o que ardia em seu coração. Foi quando que no ano de 2003 a banda Twister encerrou suas atividades, e a gravadora veio a falir! Para o cantor Gilson foi motivo de alegria pois, enfim poderia servir o Reino de Deus com seu instrumento; “Sua voz e seu testemunho”.E com o término da banda Twister iniciou-se então a gravação do CD “Na Paz” junto com Wesley Ros, foi aí, que Gilson constatou que também tinha talento para compor e produzir.  Gilson Campos, sua esposa e filhos congregam e servem como obreiros na Comunidade Evangélica Casa de Oração no bairro da Penha em São Paulo. “Minha maior alegria é hoje poder declarar que… Eu e minha casa servimos ao Senhor!”, comenta Gilson.




CHICO BUARQUE
É um músico, dramaturgo e escritor brasileiro. É conhecido por ser um dos maiores nomes da MPB. Sua discografia conta com aproximadamente oitenta discos, entre eles discos-solo, em parceira com outros músicos e compactos. É compositor de Construção, considerada uma das melhores músicas brasileiras já feitas.Chico Buarque é adepto e usa instrumentos do Candomblé em seus shows. Foi criado na Igreja Católica, foi educado em colégio de padre. "O Brasil talvez seja o pais mais católico do mundo, mas isso é um pouco de fachada. Conheço muitos católicos que vão à umbanda e fazem despacho. Eu fui porque me falaram “vai lá que vai ser bom”. A mulher jogou umas pipocas na minha cabeça, sangue, disse que eu estava cheio de encosto". Já tive também um bruxo de confiança, que fez coisas incríveis.Eu vi cirurgias com gilete suja, sem a menor assepsia, e a pessoa saía curada. Estava com o joelho ferrado e saía andando.Eu não acredito em Deus, acredito que há coisas inacreditáveis. Essa coisa de “vai com Deus”, “fica com Deus”. Escuta, eu não posso ir com o diabo que me carregue?".Disse Chico Buarque.

Fonte:Viomundo/Blog Eliane Mendes/Gospel Mais/Gente IG/Sertão Gospel/Terra/o Hollowverse

VISTANTES


Contador gratis

Postagens populares